Roberto Badaró nega informação sobre óbitos indevidos no Hospital Espanhol

O diretor médico do Hospital Espanhol, Roberto Badaró, emitiu uma carta na noite desta quinta-feira (11), negando que a unidade classifique indevidamente os óbitos dos pacientes com o diagnóstico de coronavírus (Covid-19). De acordo com o diretor médico, “todos os óbitos ocorridos no Hospital Espanhol são avalizados pela coordenação médica. Se o óbito ocorre é … Leia Mais




“Plano de retomada” divulgado no WhatsApp não é da Bahia

Imagens que explicam o plano de retomada da economia do estado do Ceará foram retiradas do contexto e estão sendo divulgadas massivamente por meio do aplicativo WhatsApp na Bahia, com o objetivo de confundir as pessoas. As imagens que estão sendo disseminadas fazem parte de uma reportagem de 28 de maio da TV Verdes Mares, … Leia Mais


Governo da Bahia prioriza dados de estudos científicos para manutenção do isolamento social


O isolamento social continua sendo o principal meio de combate à disseminação do coronavírus na Bahia. Quem explica é o pesquisador e infectologista Roberto Badaró, integrante do Comitê Científico do Consórcio Nordeste, diretor do Instituto de Tecnologias de Saúde do Senai Cimatec e diretor médico do Hospital Espanhol.

Segundo Badaró, há estudos pontuais que analisaram o impacto do isolamento social, como um publicado no dia 24 de abril e que aponta a ineficiência do lockdown no leste europeu. O infectologista afirma que este estudo específico não é comprovado por outros cientistas e está sendo utilizado inclusive por entidades governamentais para o direcionamento de críticas ao isolamento social.

Badaró destaca que os dados científicos estão sendo manipulados. “Este trabalho publicado no dia 24 de abril aponta que o lockdown no leste europeu não fez diferença na situação da região. Mas quem analisa esses dados percebe que ele não tem o número de casos diagnosticados em determinado momento, que seria o dado principal para se avaliar o efeito do lockdown. Ele pega esses casos, analisa e diz que fazendo ou não fazendo o lockdown é a mesma coisa”, diz o infectologista.

Segundo Badaró, para que as medidas de isolamento funcionem, é preciso um tempo de adaptação da população sobre as novas regras que alteram a rotina das pessoas. “Nos locais onde a epidemia realmente teve o impacto, o lockdown durou de três a quatro meses”. Para ele, um exemplo da necessidade de adaptação é o uso de máscaras. “Os brasileiros não têm esse hábito, que é comum em países da Ásia. Na China, é hábito usar máscara. Aqui tivemos que começar a criar esse hábito. A adesão ainda não é 100%. É compreensível, pois as pessoas demoram para atender. As pessoas precisam entender que agora é o pico para que a gente obtenha o efeito dessas ações”.

Outra grande mudança no dia a dia das pessoas é a percepção do tempo. “As pessoas estão acostumadas a ver o ano começando e rapidamente passando, chegando ao final. Neste momento de distanciamento social, o que acontece é o inverso: o ano está demorando mais a passar do que as pessoas gostariam. Isso acontece porque temos um tempo maior de observação”, explica Badaró.

Com base na experiência vivida em outros países, para o infectologista, as autoridades que alegam a ineficiência do lockdown estão manipulando os dados para apresentar um argumento teoricamente científico e dizerem que a medida não tem importância. “Há várias cartas de investigadores afirmando que há erro nos números analisados. Números manipulados podem servir para argumentos de autoridades que querem quebrar as medidas, as únicas que nós temos para permitir que a disseminação do vírus não ocorra”.

Foto: Alberto Coutinho/GOVBA
Siga o nosso portal METRÓPOLE NOTÍCIAS nas redes sociais: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
METRÓPOLE NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.

Toque de recolher em Jequié é anunciado pelo governador


Jequié é a terceira cidade a ter toque de recolher decretado, em atuação conjunta dos poderes públicos estadual e municipal. O governador Rui Costa anunciou a medida no início da noite desta quarta-feira (13), durante transmissão ao vivo pelas redes sociais. Estão proibidos, já a partir desta quinta-feira (14), a circulação de pessoas e o funcionamento de estabelecimentos comerciais, com exceção de farmácias, das 20h às 5h.

O governador explicou que as regras são as mesmas determinadas para Ipiaú, cidade vizinha a Jequié, e Itabuna, que tiveram o toque de recolher anunciado no início da semana. “Jequié, assim como Lauro de Freitas, registrou um grande aumento na taxa de infectados pela Covid-19 e já figura entre as seis cidades com maior número de casos na Bahia. Falei com os prefeitos sobre a necessidade de endurecer medidas restritivas para tentar diminuir a velocidade de transmissão. O decreto referente a Jequié já será publicado amanhã [14], no Diário Oficial, com validade de dez dias. Em Lauro de Freitas, a administração ainda avalia as opções”, detalhou Rui.

O governador também lembrou que este é o pior estágio da pandemia, até o momento, no Brasil. “Estamos passando pelo período mais difícil no país. Ontem, foram quase 900 óbitos em apenas 24 horas. Por isso, é preciso reforçar as medidas restritivas na tentativa de conter o avanço da doença no território estadual. Quero agradecer a todos que compreendem e respeitam essas medidas, contribuindo ativamente para vencermos essa guerra”, ressaltou.

Em Jequié e Lauro de Freitas, já são, respectivamente, 128 e 123 casos confirmados. A Bahia registra 6.547 casos, 1.790 curados e 236 óbitos. A taxa de ocupação leitos clínicos está em 44% e a de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos ao tratamento da Covid-19 chegou a 56%.

 

 

Secom  – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia

Siga o nosso portal METRÓPOLE NOTÍCIAS nas redes sociais: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
METRÓPOLE NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.



Uso de máscara é obrigatório na Bahia


Com voto a favor do deputado estadual Zé Cocá (PP), a Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), aprovou na manhã dessa terça-feira (28 de abril), o projeto de lei 23.848/2020, que torna obrigatório o uso de máscaras em toda a Bahia. A medida vale tanto para pessoas que circulam nas ruas, como em locais de trabalho e também para quem está no trânsito. O projeto foi aprovado durante mais uma sessão plenária online realizada pela Alba, durante a qual foram aprovados mais 11 novos projetos de decreto legislativo municipais reconhecendo o “estado de calamidade pública” em razão da pandemia do Covid-19, elevando o total para 385 municípios sob os efeitos do estado de calamidade.

“Nossa preocupação maior é proteger a população e evitar ao máximo a propagação do coronavírus”, disse Zé Cocá, lembrando que nos lugares onde as máscaras estão sendo usadas o índice de contaminação tem sido reduzido. Mas ele destaca que a melhor prevenção ainda é o isolamento social, e aconselha. “Fique em casa, mas se tiver necessidade de sair, use máscara”.

 

 

 

ASCOM / Deputado Zé Cocá

Siga o nosso portal METRÓPOLE NOTÍCIAS nas redes sociais: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
METRÓPOLE NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Rui Costa e governadores pedem ao presidente do STF suspensão temporária do pagamento de dívidas


O governador Rui Costa informou durante transmissão ao vivo em suas redes sociais, na noite desta segunda-feira (27), que participou de videoconferência com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, o ministro Alexandre de Moraes, governadores, o advogado-geral da União, André Mendonça, e procuradores dos Estados. A reunião teve caráter de audiência de conciliação, já que os Estados têm solicitado a suspensão temporária do pagamento de dívidas junto à União para que os recursos sejam utilizados nas ações de combate ao novo coronavírus.

Segundo Rui, a expectativa é de que o impasse seja solucionado em breve. “Foi uma reunião extremamente positiva, onde o presidente do STF determinou que Banco do Brasil, Caixa Econômica e BNDES se manifestem em até 24 horas sobre o pedido dos governadores. Além disso, ficou estabelecido o prazo de cinco dias para que as partes envolvidas, Estados, Governo Federal e bancos, possam chegar a um acordo. Nos próximos dias haverá uma intensa negociação nesse sentido. Nosso esforço deve ser voltado a salvar vidas humanas e assistir à população mais carente dos estados”, explicou.

 

Secom – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia
Siga o nosso portal METRÓPOLE NOTÍCIAS nas redes sociais: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
METRÓPOLE NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.