Geraldo Júnior comemora reabertura gradual da economia

A confirmação da retomada das atividades econômicas em Salvador, de forma gradual, feita em conjunto nesta terça-feira (7) pelo prefeito ACM Neto e pelo governador Rui Costa, em entrevista coletiva virtual, foi comemorada pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Geraldo Júnior (MDB). Ele frisou que aguardava com ansiedade a divulgação do protocolo de reabertura, para … Leia Mais



Programa Salvador Protege é apresentado em Audiência Virtual da Ouvidoria da CMS

Esta foi a sexta audiência virtual promovida pelo órgão, com transmissão via redes sociais A Ouvidoria da Câmara Municipal – CMS, realizou nesta terça (23) a sexta audiência virtual para tratar da pandemia do novo coronavírus em Salvador. Com mediação de Aladilce Souza, Ouvidora-Geral do Município e vereadora (PCdoB), a atividade contou com a participação … Leia Mais



Geraldo Júnior propõe política de crédito para empresários de Salvador

Medida tem com o objetivo amenizar impactos da pandemia de Covid-19 O presidente da Câmara Municipal, vereador Geraldo Júnior (MDB), afirma que continua se esforçando para amenizar os impactos da pandemia do novo coronavírus para os empresários de Salvador. Na quinta-feira (4), durante a live da Associação dos Empresários de Veículos Seminovos da Bahia (Assoveba), … Leia Mais


O encontro foi promovido pela Comissão de Cultura e a Ouvidoria da Câmara Municipal


A Comissão de Cultura e a Ouvidoria da Câmara do Município realizaram na última quarta-feira (3), a segunda audiência pública para discutir a Cultura em Tempos de Pandemia. Desta vez, o encontro contou com representação do Governo do Estado, na pessoa da secretária de cultura, Arany Santana. O objetivo do encontro foi elencar as dificuldades da categoria, bem como, o caminho para uma construção coletiva que gere meios e condições para atender os músicos e artistas. Arany destacou a importância da aprovação do projeto (Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc 1075) que reconhece à classe trabalhadora da cultura, pela a contribuição econômica e social através de liberação de recursos de R$ 3 bilhões da União para estados, Distrito Federal e municípios, na aplicação de ações emergenciais de apoio ao setor cultural durante o período de isolamento social causado pela pandemia da Covid-19. A titular da pasta da cultura destacou também sobre a finalização do pagamento aos artistas que trabalharam no Carnaval. A informação é de que será efetuado até o dia 15 de junho.  Santana pontuou também que a dificuldade com a documentação implica na liberação de pagamentos. A reunião contou ainda com a presença da Ouvidora da Câmara, vereadora Aladilce (PCdoB) e dos vereadores Marta (PT), Suíca (PT) e, de agentes e representantes culturais. O ator Marcelo Prado pontuou a dificuldade de sobrevivência da categoria que está sem atividades desde antes do carnaval. “Voltei a trabalhar no dia 13 de março como diretor de teatro, mas vi ali todo o investimento no ensaio se esvair. O tempo e a urgência de ações precisam ser revistos, pois lá se vão 4 meses sem remuneração e apoio”, apontou. A secretária  informou  também que o cadastro cultural da SECULT-BA está aberto para atualização e servirá como base para empresas e instituições durante e pós a pandemia. Os subsídios mensais do auxílio serão destinados para artistas, manutenção dos espaços culturais, microempresas e 20% destinados para editais, prêmios e serviços ligados ao movimento cultural. O vereador e presidente da Comissão de Cultura da Câmara, Sílvio Humberto (PSB), destacou a importância da movimentação do setor que culminou desde o surgimento do PI da Cultura 151/20 de sua autoria que segue aguardando sanção do prefeito ACM Neto até a aprovação do Plano Emergencial Cultural, aprovado por unanimidade na Câmara dos Deputados e que segue para votação no Senado nesta quinta, dia 4, às 15h. “Essa mobilização é uma grande contribuição pela luta por igualdade e justiça social nesse enfrentamento contra o racismo e suas diversas manifestações que tenta nos impedir de avançar. Agradeço profundamente o envolvimento de todos, pois todo esse movimento é fruto da nossa união”, Finalizou. Essa audiência deu prosseguimento ao primeiro encontro também de realizado de modo virtual, no dia 18 de maio, que contou com a presença do Presidente da Fundação Gregório de Matos, Fernando Guerreiro,  Pablo Barrozo, secretário municipal de Cultura e Turismo e entre outros agentes culturais.

 

ASCOM / Vereador Sílvio Humberto

Siga o nosso portal METRÓPOLE NOTÍCIAS nas redes sociais: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
METRÓPOLE NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Comissão de Cultura e Ouvidoria da Câmara discutem Cultura em Audiência Pública com secretária estadual


Nesta quarta-feira (3), às 10h, a Comissão de Cultura e Ouvidoria da Câmara dão continuidade à Audiência Pública que discute a “Cultura em Tempos de Pandemia”.  Esta segunda audiência trará como convidada a secretária estadual, Arany Santana, que apresentará os desdobramentos e planos do estado para atendimento aos agentes culturais neste cenário de pandemia. A primeira audiência, realizada no dia 18 de maio, contou com a participação de Fernando Guerreiro, da Fundação Gregório de Matos; Pablo Barrozo, da Secretaria Estadual de Cultura – Secult, e personalidades representantes da categoria e sociedade civil.    A audiência será realizada de forma remota e com transmissão, ao vivo, através da TV, Facebook e site da Câmara Municipal de Salvador.

Serviço:

O quê: Audiência pública sobre a Cultura em tempos de Pandemia

Horário: 10h

Quando: 03/06

Onde: Transmissão, ao vivo, através da Tv, Facebook  e  site da Câmara Municipal de Salvador

 

 

 

 

Siga o nosso portal METRÓPOLE NOTÍCIAS nas redes sociais: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
METRÓPOLE NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


“Peço aos profissionais da Cultura que continuem se envolvendo com a mobilização, para que possamos obter a liberação de recursos”, diz Silvio Humberto após audiência pública sobre a Cultura


Na tarde desta segunda-feira (18), a Comissão de Cultura e a Ouvidoria da Câmara realizou uma audiência pública para discutir a Cultura em Tempos de Pandemia. Realizada de forma remota e com transmissão através da Tv, facebook e site da Câmara, a audiência trouxe importantes recortes da realidade destes profissionais que foram um dos primeiros a sofrer os impactos causados pela pandemia da Covid-19. O evento contou com a apresentação do projeto de lei de emergência da Cultura (PL 1075/2020) pela relatora e deputada federal Jandira Feghali (PCdoB). Participaram também os deputados federais Daniel Almeida (PCdoB), Alice Portugal (PCdoB) e Lídice da Mata (PSB); os vereadores do município de Salvador, Claudio Tinoco (DEM), Suíca (PT) além do presidente da Fundação Gregório de Matos Fernando Guerreiro, do secretário de Cultura e Turismo de Salvador, Pablo Barroso e membros da sociedade civil representada por Renata Hasseman, Matias Santiago, Gerson Silva. “A audiência realizada evidencia o grau de organização da categoria e de toda a cadeia produtiva que envolve a cultura e, vem reforçar o eixo estruturante econômico deste seguimento para nossa sociedade. Peço aos profissionais que continuem se envolvendo com a mobilização, para que possamos obter a liberação de recursos”, disse o vereador e presidente da Comissão de Cultura de Salvador, Silvio Humberto (PSB). Na próxima quinta-feira (21), será apresentado pela deputada federal Feghali (PCdoB) o relatório do projeto para categoria para que prossiga em regime de votação na Câmara. Já na segunda-feira (25), a Comissão de Cultura junto à Ouvidoria dará continuidade à Audiência de Cultura envolvendo a Assembleia Legislativa da Bahia e a Secretaria Estadual de Cultura. Em Salvador, tramita na Casa do Povo, o Projeto de Indicação 151/2020 de autoria do vereador Sílvio Humberto (PSB), que prevê a nível municipal, a liberação de auxílio emergencial no valor de R$270, para agentes culturais da cidade de Salvador. O projeto foi aprovado na Câmara e segue aguardando sanção do prefeito ACM Neto.

 

 

ASCOM / Vereador Sílvio Humberto

Siga o nosso portal METRÓPOLE NOTÍCIAS nas redes sociais: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
METRÓPOLE NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


“Pessoas em situação de rua também precisam fazer o teste de COVID-19. Eles são fáceis vetores de transmissão”, diz Sílvio Humberto


A corrida contra a COVID-19 segue mudando a vida e os hábitos de pessoas em todo o mundo. Ficar em casa tornou-se a principal via de regra para barrar o crescimento da curva do coronavírus, mas uma população em especial segue sendo alvo fácil de contaminação e disseminação do vírus. É sabido por todos que redobrar a atenção com a higiene pessoal e principalmente fazer uso do álcool em gel, lavar as mãos com água e sabão e fazer uso de mascara facial tornou-se prática obrigatória para criar uma barreira contra a COVID-19, no entanto, pessoas em situação de rua não possuem acesso a água, sabão, mascara e ou álcool em gel. Esse público segue sendo um alvo fácil de contaminação e proliferação da doença. Idosos, crianças , jovens e mulheres incluindo grávidas compõem a população de rua de Salvador que se espalha em diversos pontos. O vereador Sílvio Humberto (PSB) usou as redes sociais para alertar sobre a necessidade de se criar um fluxo de atendimento, testagem e acolhimento que inclui tratamento para os casos confirmados da doença. Muito tem nos preocupado a situação dos já vulneráveis e com a pandemia a situação se agrava, em particular, a população em situação de rua. Temos recebido denuncias principalmente das pessoas que vivenciam o dia a dia dessa população. Apontam que não sabem quais são os protocolos quando forem constatados indícios de contaminação com a Covid-19. Como fazer o isolamento social desses casos?  Há um abrigo especial para esses casos que não venham a serem internados? Encaminhamos um Projeto de Indicação para que sejam realizados testes rápidos com essa população dado a sua vulnerabilidade. Sabemos da redução das ações voluntárias diretamente na rua em decorrência do importante distanciamento social . Cabe as secretarias fazerem um comunicado direto aos grupos assistenciais não somente acerca dos cuidados básicos como também o protocolo para os casos suspeitos. Qual procedimento? Chamar a Samur, ligar para Sempre?,”finalizou.

 

 

 

ASCOM / Vereador Sílvio Humberto
Siga o nosso portal METRÓPOLE NOTÍCIAS nas redes sociais: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
METRÓPOLE NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


“O coronavírus mata, e a violência contra a mulher também”, alerta Ireuda Silva


A presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara de Salvador, vereadora Ireuda Silva (Republicanos), fez uma alerta nesta segunda-feira (06): nas últimas semanas de quarentena e isolamento social para conter a disseminação do coronavírus, o país já registra um aumento no número de casos de violência contra a mulher. Já previsto pelas autoridades, o fato acende um novo alerta em meio à crise provocada pela doença.

De acordo com o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, apenas no Rio de Janeiro, as notificações de violência já estão 50% maiores nas últimas semanas. No Brasil, o Ligue 180 registrou um acréscimo de 9% nas denúncias durante a quarentena.

“Estamos vivendo uma crise social sem precedentes devido à pandemia, o que tem levado muitas pessoas a ficarem em casa. Para além dos impactos na economia e no sistema de saúde, a violência contra a mulher nesse período também deve ser tratada como uma consequência do coronavírus. E uma das consequências mais graves, pois, se a doença mata, a violência contra a mulher também”, disse Ireuda, pedindo que o poder público aja com celeridade e rigor, criando estratégias para combater o problema.

A republicana destaca ainda que isso não tem acontecido apenas no Brasil. Na França, por exemplo, houve um acréscimo de 36%, e o país anunciou que pagará quartos de hotel para vítimas de violência doméstica. “A maioria das mulheres são agredidas dentro da própria casa, pelo marido ou pelo namorado. Portanto, na conjuntura atual, um ambiente já violento pode se tornar tão mortífero quanto o vírus”, acrescentou.

 

 

ASCOM / Vereadora Ireuda Silva
Siga o nosso portal METRÓPOLE NOTÍCIAS nas redes sociais: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
METRÓPOLE NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.