Eleições municipais de 2020: Salvador precisa de mais mulheres na política

É notório o crescimento constante da participação feminina na política. Em 20 anos, as candidaturas femininas, em Salvador, cresceram 471,9%, saindo de 89 no ano de 2000 para 509 neste 2020. Do total de candidaturas registradas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 503 disputam as 43 cadeiras na Câmara Municipal de Salvador e as demais integram … Leia Mais




Programa “Forte por Ser Mulher” discute dificuldades para mulheres surdas denunciarem casos de violência

Como as mulheres com deficiência auditiva podem denunciar após serem vítimas de violência? Esse foi o tema do programa “Forte por Ser Mulher” desta quinta-feira (03), transmitido nas redes sociais da vereadora Ireuda Silva (Republicanos). Durante a edição, a republicana conversou com a professora de libras Laiza Rebouças, que é surda. O programa recebeu diversos comentários … Leia Mais



Comissão dos Direitos da Mulher apresenta moção de repúdio aos ataques contra mulheres durante evento em Jacobina


Uma moção de repúdio foi apresentada pela Comissão dos Direitos da Mulher da ALBA, após ataques promovidos nas redes sociais contra mulheres, durante a realização digital do I Ovulário dos Movimentos de Mulheres, em Jacobina, no início deste mês.

Os ataques foram proferidos por sites de notícias locais e transformaram o evento em motivo de chacota nas redes sociais. Os insultos chegaram ao programa Pânico, da Rádio Jovem Pan, que também desdenhou do termo “ovulário”, utilizado na nomenclatura do encontro.

O objetivo dos ataques foi desqualificar a atividade e suas organizadoras, demonstrando total desconhecimento do uso do termo. Além disso, as participantes foram vítimas de agressões verbais misóginas, que podem configurar prática de crimes virtuais enquadrados no código penal, como injúria, calúnia ou difamação.

“A Comissão dos Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa da Bahia, repudia os ataques sofridos e se solidariza com as mulheres de Jacobina, de todo o Estado e do Brasil, primando por sua liberdade de atuação, pensamento e de expressão e, principalmente, pelo direito de se colocar no mundo partindo de uma simbologia que pretende posicionar a mulher no centro do debate, combater violências e promover a tão almejada igualdade de direitos e oportunidades”, ressaltou a deputada estadual Olívia Santana, que preside a Comissão.

 

 

 

Siga o nosso portal WWW.CENTRALDASNOTICIAS.COM.BR nas redes sociais de: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
CENTRAL DAS NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


“A violência contra a mulher também é uma violação aos direitos humanos”, diz Ireuda no Dia Internacional da Igualdade Feminina


Nesta quarta-feira (26) é também celebrado pelo mundo o Dia Internacional da Igualdade Feminina e o Dia da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão. Data importante em que ambos os temas estão intrinsecamente relacionados. Para a vereadora Ireuda Silva (Republicanos), hoje é mais uma oportunidade para a sociedade refletir criticamente sobre as condições de vida de todas mulheres, principalmente no que se refere aos âmbitos profissional e afetivo.

Destacando que é necessário comemorar as diversas conquistas alcançadas ao longo da história, a republicana aponta para o problema da violência, em suas diversas formas. “A violência contra a mulher, seja ela física, sexual, patrimonial, afetiva, também é uma violação aos direitos humanos. É inadmissível que em pleno século XXI muitas mulheres ainda sejam tratadas como se estivéssemos na Antiguidade ou na Idade Média, subjugadas pelo machismo e constantemente menosprezadas nos mais diversos ambientes sociais”, pontua Ireuda, que preside a Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, lembrando que o índice de violência doméstica disparou nos últimos meses em todo o mundo.

Para a republicana, houve muitas conquistas: no mercado de trabalho, na política, nos esportes, mas defende que a sociedade assuma o compromisso de extirpar tudo o que trava esse progresso. Os homens, inclusive, devem ser aliados. “Como eu já disse em outro momento, na vida doméstica, por exemplo, o homem precisa assumir responsabilidades;  a obrigação de cuidar da casa e dos filhos não é apenas da esposa”, avalia.

Siga o nosso portal WWW.CENTRALDASNOTICIAS.COM.BR nas redes sociais de: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
CENTRAL DAS NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Dia Municipal de Combate ao Racismo no Esporte completa 3 anos em Salvador


Fruto de projeto da vereadora Ireuda Silva (Republicanos), o Dia Municipal de Combate ao Racismo no Esporte completa três anos nesta quarta-feira (26). A data marca um episódio ao mesmo tempo triste e revoltante ocorrido em agosto de 2017, quando a diretora do Ifba, Edna Matos, e sua filha, foram alvos de covardes ofensas racistas em uma partida de futebol entre Bahia e Grêmio.

De lá para cá, pouca coisa mudou. Inúmeros casos continuam a acontecer, tanto entre torcedores, contra esportistas e dentro de clubes. Recentemente, uma auditoria interna no clube Pinheiros, São Paulo, revelou práticas de assédio moral e racismo de treinadores contra atletas nos últimos anos. Um deles foi o ginasta Angelo Assumpção, de 24 anos, que foi demitido do clube em dezembro e relatou ter sido alvo de racismo, principalmente em relação ao seu cabelo.

“O racismo no esporte é, como em qualquer outro contexto, fruto do período escravista, que qualificou seres humanos pela cor da pele. Essa qualificação ainda está muito presente no Brasil, embora de forma mais sutil, e afeta o desenvolvimento da sociedade, pois sufoca e oprime diversos talentos negros”, pontua Ireuda, que é vice-presidente da Comissão de Reparação e presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher. “Casos de racismo no esporte são vistos com uma frequência assustadora, tanto no calor das partidas de futebol quanto nos bastidores dos clubes, que na maioria das vezes são omissos ou até mesmo contribuem para a perpetuação de um sistema racista em suas estruturas”, acrescenta.

Ireuda também aponta para quem está à frente de entidades esportivas ou times: “Há pouquíssimas pessoas negras, embora uma parcela considerável dos esportistas seja negra. É como se a capacidade de pensar e gerenciar deles fosse constantemente subestimada”, avalia a republicana.

 

 

 

Siga o nosso portal WWW.CENTRALDASNOTICIAS.COM.BR nas redes sociais de: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
CENTRAL DAS NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Retrospectiva: após ampla adesão em 2019, campanha “Meu Corpo não é Sua Fantasia” se consolidou no Carnaval 2020


Após ter se consolidado em 2019 em uma primeira edição com sucesso absoluto, a campanha “Meu Corpo não é Sua Fantasia” retornou no Carnaval de 2020 com o objetivo de levar para um número ainda maior de pessoas o alerta contra o assédio sexual e a violência contra a mulher. Projeto da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, presidida pela vereadora Ireuda Silva (Republicanos), a campanha contou com uma ampla adesão e apoio dos foliões e de personalidades da mídia, que contribuíram para reforçar o grito em defesa da liberdade e do respeito.

Na Bahia, dados oficiais revelam que uma mulher é agredida a cada 56 minutos. E, segundo a organização internacional ActionAid, 86% das brasileiras já sofreram assédio em público. Outra pesquisa, realizada em 2019, aponta que 97% das mulheres dizem já ter sofrido assédio sexual nos transportes público e privado no país. “Essa grave situação pode se tornar ainda pior no Carnaval, quando há um grande contingente de pessoas nas ruas, em festa, e alguns limites e barreiras são perigosamente rompidos. São muito comuns os relatos de mulheres que dizem ter sido beijadas à força, recebido apalpadelas ou até passado por situações mais constrangedoras, ameaçadoras e violentas”, pontuou Ireuda.

De acordo com a Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, o Ligue 180, as denúncias de assédio no Carnaval cresceram 90% nos últimos anos. “Isso demonstra o quanto vivemos em uma sociedade machista, em que as mulheres são tratadas como objetos disponíveis para satisfazer prazeres e vontades dos homens. O sentimento das vítimas é o que menos importa”, acrescentou a republicana.

Como no ano passado, a campanha percorreu os circuitos da folia momesca em Salvador, com camisetas, faixas, cartazes e panfletos, levando a mensagem de alerta, conscientização, sororidade e empoderamento. “Uma das armas mais eficazes para se combater o assédio é a solidariedade, tanto das próprias mulheres quanto dos homens. Quem presenciar casos do tipo precisa se sentir no dever de ajudar a vítima, que muitas vezes não está em condições psicológicas de tomar as providências necessárias”, defendeu Ireuda.

 

 

 

Siga o nosso portal WWW.CENTRALDASNOTICIAS.COM.BR nas redes sociais de: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
CENTRAL DAS NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Aladilce parabeniza Olívia Santana e SPM por ampliação de delegacia digital


Plataforma agora permite que a mulher denuncie situações de violência doméstica

Salvador recebe mais um portal de combate à violência contra a mulher: a nova delegacia digital. Mulheres em situação de violência doméstica e familiar poderão solicitar medidas protetivas e registrar crimes, a partir desta quinta-feira (20), registrando-se no site www.delegaciadigital.ssp.ba.gov.br.

A iniciativa foi fruto de um projeto de Olívia Santana, pré-candidata à Prefeitura de Salvador pelo PCdoB, num trabalho conjunto com a Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres, liderada por Julieta Palmeira. Ao saber da novidade, a vereadora Aladilce Souza (PCdoB) manifestou-se parabenizando. “Essa é uma grande conquista das mulheres e da sociedade, um grande avanço para todas nós, que sofremos as agruras do machismo cotidianamente”, pontuou a vereadora.

“Olívia Santana e Julieta Palmeira vêm desempenhando papéis fundamentais e trazendo ganhos para essa batalha secular que é a violência contra a mulher”, elogiou a edil, que traz o respeito à mulher e a luta contra o machismo como bandeiras de luta. Aladilce é autora do Projeto de Lei nº 47/2019 que pune indivíduos que assediem ou exponham mulheres em ambientes públicos, o qual segue aguardando sanção do prefeito.

Em maio de 2020, os casos de feminicídio na Bahia cresceram 150% em relação ao mesmo mês em 2019, dado que reafirma a importância da plataforma. Na nova delegacia digital, as mulheres podem registrar todos os tipos de violência, com exceção da lesão corporal grave e da lesão corporal seguida de morte. Com a ampliação da plataforma da Secretaria da Segurança Pública também, poderão ser registrados casos de violência contra a criança e o adolescente, contra o idoso, de estelionato, intolerância religiosa, ataque via redes sociais, racismo, homofobia, roubo, ameaça, furto entre outros delitos.

 

 

 

Siga o nosso portal WWW.CENTRALDASNOTICIAS.COM.BR nas redes sociais de: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
CENTRAL DAS NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.