Transporte terá horário ampliado a partir desta sexta (9)

A operação do transporte coletivo em Salvador terá o horário ampliado a partir desta sexta-feira (9), após anúncio do novo horário do decreto estadual do toque de recolher, que será entre 0h e 5h. Com isso, as atividades comerciais também terão seu horário de funcionamento ampliado. Os agentes de transporte vão acompanhar a operação para … Leia Mais



Prefeitura lança site que informa filas de drive-thru de vacinação

A população de Salvador já passa a contar com uma nova ferramenta digital que informará sobre a intensidade das filas nos pontos de drive-thru montados durante a estratégia de vacinação contra o coronavírus. A iniciativa foi apresentada pelo prefeito Bruno Reis nesta quinta-feira (4), em coletiva virtual à imprensa no 5º Centro de Saúde, nos … Leia Mais


Prefeitura fecha todos os parques e suspende atendimentos em órgãos municipais

 Foto:Vagner Souza/ Bnews  Por: Aline Reis e Nilson Marinho Fonte: BNews Neste sábado (20), todos os parques municipais da cidade de Salvador serão fechados pelo período de oito dias. Além disso, a partir da próxima terça-feira (23), a prefeitura vai suspender os atendimentos nas repartições públicas até o dia 9 de março. As medidas foram informadas pelo prefeito Bruno Reis … Leia Mais


Testes rápidos identificam 116 casos de Covid-19 em três bairros

A Prefeitura iniciou, nesta quarta-feira (17), as medidas de proteção à vida contra o novo coronavírus nos bairros de Pernambués, Fazenda Grande do Retiro e Boca do Rio. Somente neste primeiro dia, do total de 445 testes rápidos realizados nos três locais, 116 deram positivo para a Covid-19, sendo 32 casos na Boca do Rio, … Leia Mais


‘É uma irresponsabilidade defender a retomada da educação em Salvador neste momento’, diz prefeito


A afirmação é dada diante do expressivo aumento no número de casos da Covid-19 na capital baiana

Diante do expressivo aumento no número de casos da Covid-19 em Salvador, a previsão para retomar a educação na capital baiana fica cada vez mais distante. O prefeito Bruno Reis afirmou na manhã de hoje (17) que não há como pensar no retorno das aulas, paradas desde março de 2020 por causa da pandemia, diante cenário.

“Vocês sabem que eu sempre defendi uma data [para a retomada das aulas] condicionada à realidade do momento. Ninguém aqui é irresponsável pra retomar a educação sem  condições de oferecer leitos de UTI”, afirmou durante coletiva de imprensa na Arena Fonte Nova. “Não vai voltar a educação em Salvador em uma realidade como essa”.

Bruno Reis completou afirmando que “é uma irresponsabilidade defender neste momento a retomada da educação”. “Pode fazer manifestação aonde quiser, que não está me dizendo nada”, concluiu.

 

 

Fonte: Metro1

Foto : Valter Pontes/Secom

 

Siga o nosso portal WWW.CENTRALDASNOTICIAS.COM.BR nas redes sociais de: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
CENTRAL DAS NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Prefeito defende toque de recolher e não descarta possibilidade de decretar lockdown em Salvador


Foto: Vagner Souza/BNews

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), defendeu o toque de recolher decretado pelo governador da Bahia (Rui Costa) para conter o avanço dos casos de Covid-19. A medida será válida inicialmente por sete dias, das 22h às 5h, e passar a vigorar a partir desta sexta-feira (19) em 343 cidades baianas. O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado na manhã desta quarta (17).

Para garantir o cumprimento do decreto, Reis afirmou que a prefeitura vai contratar mais pessoas e promover realocação de servidores. Ainda segundo o prefeito, cabe a administração municipal interditar e cassar alvará dos estabelecimentos que descumprirem a medida.

“Concordo com a medida que o governador tomou. Dei a minha opinião favorável ontem. Vou ter que reforçar mais as equipes. Vamos ter que contratar mais pessoas, tirar pessoas de setores da prefeitura pra garantir o cumprimento dessas medidas que na prática representa fechar bares, restaurantes e todo o comércio às 22h”, disse.

A restrição não se aplica aos servidores, funcionários e colaboradores, no desempenho de suas funções, que atuam nas unidades públicas ou privadas de saúde e segurança.  As hipóteses de deslocamento para ida a serviços de saúde ou farmácia, para compra de medicamentos, ou situações em que fique comprovada a urgência, serão liberadas.

Caso as pessoas não respeitem o toque de recolher, e consequentemente, não haja diminuição no número de casos da Covid-19 na capital baiana, o prefeito não descarta a possibilidade de decretar lockdwn na cidade.

“As pessoas precisam entender, principalmente as do setor produtivo, que essa é uma medida pra chamar a atenção da gravidade do momento que nós estamos enfrentando pra não ter que semana que vem, por exemplo, ter que decretar lockdown. ‘Estamos livres de decretar lockdown? Não’. E ontem isso foi discutido claramente […] Espero que todos respeitem o toque de recolher e evitem aglomerações”, enfatiza.

 

Fonte: BNews / Diego Vieira e Brenda Viana

 

Siga o nosso portal WWW.CENTRALDASNOTICIAS.COM.BR nas redes sociais de: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
CENTRAL DAS NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Festa de Iemanjá é alterada devido à pandemia


Fotos: Valter Pontes/Secom

Em 2021, a tradicional Festa de Iemanjá, que acontece todos os anos no dia 2 de fevereiro, vai ser dia de reverenciar a Rainha do Mar em casa, mesmo. As manifestações que envolviam a entrega de presentes na Colônia de Pescadores Z1 e que costumavam reunir milhares de pessoas nas ruas do Rio Vermelho não serão realizadas, para evitar a disseminação da Covid-19 em Salvador. A medida tomada pela Prefeitura foi anunciada pelo prefeito Bruno Reis, em coletiva realizada no local da festa, nesta quarta-feira (27).

Também estiveram presentes na ocasião os secretários municipais de Cultura e Turismo (Secult), Fábio Mota, e da Reparação (Semur), Ivete Sacramento; o presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington; e representantes de comunidades de matriz africana e da Colônia de Pescadores Z1.

Uma das novidades é sobre a entrega do presente à Iemanjá no Rio Vermelho. A oferenda sairá do Dique do Tororó para ser depositada no mar às 8h do dia 2, sem nenhum tipo de exposição e presença de público.

“A Festa de Iemanjá é o momento de manifestação de fé dos nossos costumes e valores, mas, infelizmente, ela terá que ocorrer da mesma forma que outros eventos religiosos da cidade, como a Festa de Bom Jesus dos Navegantes e a Lavagem do Bonfim. A comemoração à Rainha do Mar será praticamente toda virtual. A pandemia nos impôs essa realidade”, explicou o prefeito, anunciando que não irá ao Rio Vermelho para prestar homenagem à orixá.

“Salvador tem 64 km de orla. Peço que as pessoas prestem homenagem à Iemanjá nos diversos cantos da cidade. Eu irei acompanhar a entrega da oferenda ao mar pelas redes sociais e cobertura pela imprensa. Será um dia de trabalho normal na cidade, diferente dos outros anos”, acrescentou o chefe do Executivo municipal.

Homenagem segura – Presente no evento, a ialorixá Mãe Jacira de Iansã, responsável pela confecção do presente que será entregue à Iemanjá no dia 2, explicou que é possível saudar a Rainha do Mar de diferentes formas e diferentes lugares. “Quem tiver que levar suas oferendas, que as levem para outras praias. Sabemos que os orixás das águas são reverenciados todos os dias, quando a gente bebe água, toma banho. Isso tudo é uma reverência. Nosso povo está bastante atento para não haver aglomeração. A maioria dos terreiros só levarão seus presentes em outras praias e datas”, afirmou.

Restrições comerciais – Na segunda-feira (1º), bares e restaurantes do Rio Vermelho vão funcionar de acordo com o protocolo setorial para o setor (de 11h até 0h). No dia seguinte (2), esses estabelecimentos só poderão abrir a partir das 19h.

Ainda no dia 2, haverá proibição do funcionamento de food trucks, comércio informal, ambulantes, carros de som e afins, assim como os depósitos de bebidas. Estará proibida a venda de bebidas alcoólicas em postos de combustível, delicatessens, padarias e similares.

Já os comércios e serviços essenciais estarão abertos normalmente, a exemplo de supermercados, padarias, açougues, farmácias, agências bancárias e lotéricas, estabelecimentos que funcionam em regime de delivery (sem retirada no local), estabelecimentos de saúde e clínicas veterinárias. Além disso, os pescadores do Rio Vermelho poderão exercer atividade de pesca e venda de mercadorias sem restrições.

Fechamento de praia – A partir da meia-noite da segunda (1º) até meia-noite de quarta-feira (3), os acessos à praia do bairro serão interditados, no trecho que vai do Buracão ao restaurante Sukiyaki.

Não haverá bloqueios e barreiras físicas para veículos e moradores e nem alteração no trânsito e transporte nas vias do bairro. As medidas serão fiscalizadas por agentes das secretarias municipais de Ordem Pública (Semop) e Urbanismo (Sedur), Guarda Civil Municipal (GCM) e Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), com apoio da Polícia Militar (PM-BA).

 

 

 

 

Fonte: SECOM / Prefeitura de Salvador

Siga o nosso portal WWW.CENTRALDASNOTICIAS.COM.BR nas redes sociais de: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
CENTRAL DAS NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.

 


Estudo aponta que 20% da população já teve contato com a Covid-19 em Salvador


Os dados da primeira etapa do Inquérito Epidemiológico sobre a Covid-19 em Salvador, iniciativa realizada pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) em conjunto com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), apontaram que 20% da população de Salvador já teve contato com a doença. Os detalhes foram apresentados pelo prefeito Bruno Reis, acompanhado da vice e secretária de Governo (Segov), Ana Paula Matos, nesta segunda-feira (25), em coletiva virtual.

O estudo teve início em novembro passado com a realização de soroinquéritos nos doze distritos sanitários da capital baiana. O objetivo foi estimar o percentual de soteropolitanos com anticorpos para o vírus Sars-Cov-2, assim como avaliar a duração dos anticorpos na população estudada, determinar o percentual de infecções assintomáticas ou subclínicas e analisar se aspectos sociais e demográficos, além de condições de saúde, são fatores de risco.

Os profissionais de saúde realizaram 2.970 testes em 576 ruas e 2.558 casas. Deste montante, foi constatado que 604 pessoas tiveram anticorpos IgG/IgM contra a Covid-19, ou seja, 20% do quantitativo total.

Segundo a análise preliminar, os distritos com mais incidência de casos foram Itapagipe e Liberdade – em ambos os locais, 29% da população foi positivada -, seguidos por São Caetano (26%), Cajazeiras (25%), Itapuã (22%), Boca do Rio (21%), Cabula (19%), Pau da Lima (17%), Brotas (16%), Centro Histórico (15%), Barra/Rio Vermelho (12%) e Subúrbio (9%). Além dos exames, os cidadãos também responderam a questionários estruturados com abordagens sobre aspectos sociais.

“Desde a chegada da pandemia sentimos a necessidade de ter a quantidade de pessoas que haviam contraído o coronavírus em Salvador. A ocupação de leitos e o número de óbitos diários, até então, sempre foram os dados que nortearam as nossas decisões. Só que não tínhamos uma base de amostragem da cidade toda”, explicou Bruno Reis.

De acordo com o prefeito, o inquérito servirá como mais um indicador para auxiliar a administração municipal na implantação de medidas de enfrentamento ao coronavírus. “É como uma pesquisa que foi feita para chegar o mais próximo da realidade do número de pessoas infectadas pela doença”.

Aplicação – A partir do resultado preliminar obtido pelo estudo, por exemplo, a Prefeitura decidiu pela manutenção dos decretos que determinam medidas restritivas em algumas atividades comerciais de bares e restaurantes em Itapuã e Rio Vermelho, bem como pela prorrogação do fechamento de cinemas, teatros e casas de espetáculos (as ações serão prorrogadas até o dia 9 de fevereiro). Conforme anunciado pelo prefeito, não haverá necessidade, neste primeiro momento, de suspender outras atividades.

Outra conclusão que o inquérito epidemiológico traz é sobre a possibilidade de imunidade de rebanho em Salvador. Com o percentual de apenas 20% da população infectada, a capital baiana segue distante do índice para alcançá-la.

Isso porque a imunidade coletiva ocorre quando uma porcentagem significativa de indivíduos (entre 70% a 80% da população) fica imune a uma doença transmissível. Dessa forma, mesmo aqueles que não foram infectados ficam protegidos, porque a população com imunidade serve como uma barreira para a transmissão.

Metodologia – A metodologia do Inquérito Epidemiológico sobre a Covid-19 envolve a realização duas fases: na primeira, quatro soroinquéritos são realizados com intervalo de 30 dias entre cada um, nos 12 distritos sanitários de Salvador. Em cada soroinquérito, as equipes técnicas fazem a coleta das amostras de sangue de cidadãos voluntários para a testagem. Serão 50 ruas visitadas em cada região, totalizando 600 logradouros.

Em cada uma dessas 600 ruas, os testes serão aplicados em cinco domicílios. Com isso, em cada soroinquérito são três mil casas visitadas, totalizando 12 mil unidades habitacionais ao final da primeira fase.

Especificamente no período do terceiro soroinquérito, além da testagem de três mil pessoas alcançadas com os testes, as equipes de saúde retornarão a domicílios abrangidos no primeiro soroinquérito para fazer nova testagem aos cidadãos que foram positivados. O objetivo é investigar a presença de anticorpos e tempo de resposta imunológica do paciente.

A segunda fase do estudo possui três soroinquéritos a serem realizados, repetidos com intervalo de 180 dias entre cada um para investigação da resposta celular.

Balanço – Bruno Reis também apresentou números relacionados ao avanço do coronavírus na cidade. “A capital baiana amanheceu com 67% de ocupação dos leitos de UTI. Ontem (24), quase todos os pacientes da UPAs foram encaminhados a hospitais de campanha. A média móvel de número de óbitos cresceu – eram quatro, cinco por dia, e agora aumento para 11”, disse. Ele fez um apelo para que a população mantenha os cuidados sanitários para conter a disseminação da doença, como uso de máscara e higienização das mãos.

Também acrescentou que serão abertos mais dez novos leitos no Hospital Santa Clara, no Itaigara, e que a Prefeitura continua investindo na ampliação da testagem para população, por meio das unidades de saúde, unidades de urgência e emergência, e nos bairros da cidade sujeitos às medidas de proteção à vida.

 

 

 

Fonte: SECOM / Prefeitura de Salvador

Foto: Facebook Bruno Reis

Siga o nosso portal WWW.CENTRALDASNOTICIAS.COM.BR nas redes sociais de: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
CENTRAL DAS NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.