Programa “Forte por Ser Mulher” discute dificuldades para mulheres surdas denunciarem casos de violência

Como as mulheres com deficiência auditiva podem denunciar após serem vítimas de violência? Esse foi o tema do programa “Forte por Ser Mulher” desta quinta-feira (03), transmitido nas redes sociais da vereadora Ireuda Silva (Republicanos). Durante a edição, a republicana conversou com a professora de libras Laiza Rebouças, que é surda. O programa recebeu diversos comentários … Leia Mais




“A violência contra a mulher também é uma violação aos direitos humanos”, diz Ireuda no Dia Internacional da Igualdade Feminina

Nesta quarta-feira (26) é também celebrado pelo mundo o Dia Internacional da Igualdade Feminina e o Dia da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão. Data importante em que ambos os temas estão intrinsecamente relacionados. Para a vereadora Ireuda Silva (Republicanos), hoje é mais uma oportunidade para a sociedade refletir criticamente sobre as condições … Leia Mais


Dia Municipal de Combate ao Racismo no Esporte completa 3 anos em Salvador


Fruto de projeto da vereadora Ireuda Silva (Republicanos), o Dia Municipal de Combate ao Racismo no Esporte completa três anos nesta quarta-feira (26). A data marca um episódio ao mesmo tempo triste e revoltante ocorrido em agosto de 2017, quando a diretora do Ifba, Edna Matos, e sua filha, foram alvos de covardes ofensas racistas em uma partida de futebol entre Bahia e Grêmio.

De lá para cá, pouca coisa mudou. Inúmeros casos continuam a acontecer, tanto entre torcedores, contra esportistas e dentro de clubes. Recentemente, uma auditoria interna no clube Pinheiros, São Paulo, revelou práticas de assédio moral e racismo de treinadores contra atletas nos últimos anos. Um deles foi o ginasta Angelo Assumpção, de 24 anos, que foi demitido do clube em dezembro e relatou ter sido alvo de racismo, principalmente em relação ao seu cabelo.

“O racismo no esporte é, como em qualquer outro contexto, fruto do período escravista, que qualificou seres humanos pela cor da pele. Essa qualificação ainda está muito presente no Brasil, embora de forma mais sutil, e afeta o desenvolvimento da sociedade, pois sufoca e oprime diversos talentos negros”, pontua Ireuda, que é vice-presidente da Comissão de Reparação e presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher. “Casos de racismo no esporte são vistos com uma frequência assustadora, tanto no calor das partidas de futebol quanto nos bastidores dos clubes, que na maioria das vezes são omissos ou até mesmo contribuem para a perpetuação de um sistema racista em suas estruturas”, acrescenta.

Ireuda também aponta para quem está à frente de entidades esportivas ou times: “Há pouquíssimas pessoas negras, embora uma parcela considerável dos esportistas seja negra. É como se a capacidade de pensar e gerenciar deles fosse constantemente subestimada”, avalia a republicana.

 

 

 

Siga o nosso portal WWW.CENTRALDASNOTICIAS.COM.BR nas redes sociais de: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
CENTRAL DAS NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Retrospectiva: após ampla adesão em 2019, campanha “Meu Corpo não é Sua Fantasia” se consolidou no Carnaval 2020


Após ter se consolidado em 2019 em uma primeira edição com sucesso absoluto, a campanha “Meu Corpo não é Sua Fantasia” retornou no Carnaval de 2020 com o objetivo de levar para um número ainda maior de pessoas o alerta contra o assédio sexual e a violência contra a mulher. Projeto da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, presidida pela vereadora Ireuda Silva (Republicanos), a campanha contou com uma ampla adesão e apoio dos foliões e de personalidades da mídia, que contribuíram para reforçar o grito em defesa da liberdade e do respeito.

Na Bahia, dados oficiais revelam que uma mulher é agredida a cada 56 minutos. E, segundo a organização internacional ActionAid, 86% das brasileiras já sofreram assédio em público. Outra pesquisa, realizada em 2019, aponta que 97% das mulheres dizem já ter sofrido assédio sexual nos transportes público e privado no país. “Essa grave situação pode se tornar ainda pior no Carnaval, quando há um grande contingente de pessoas nas ruas, em festa, e alguns limites e barreiras são perigosamente rompidos. São muito comuns os relatos de mulheres que dizem ter sido beijadas à força, recebido apalpadelas ou até passado por situações mais constrangedoras, ameaçadoras e violentas”, pontuou Ireuda.

De acordo com a Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, o Ligue 180, as denúncias de assédio no Carnaval cresceram 90% nos últimos anos. “Isso demonstra o quanto vivemos em uma sociedade machista, em que as mulheres são tratadas como objetos disponíveis para satisfazer prazeres e vontades dos homens. O sentimento das vítimas é o que menos importa”, acrescentou a republicana.

Como no ano passado, a campanha percorreu os circuitos da folia momesca em Salvador, com camisetas, faixas, cartazes e panfletos, levando a mensagem de alerta, conscientização, sororidade e empoderamento. “Uma das armas mais eficazes para se combater o assédio é a solidariedade, tanto das próprias mulheres quanto dos homens. Quem presenciar casos do tipo precisa se sentir no dever de ajudar a vítima, que muitas vezes não está em condições psicológicas de tomar as providências necessárias”, defendeu Ireuda.

 

 

 

Siga o nosso portal WWW.CENTRALDASNOTICIAS.COM.BR nas redes sociais de: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
CENTRAL DAS NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Aladilce parabeniza Olívia Santana e SPM por ampliação de delegacia digital


Plataforma agora permite que a mulher denuncie situações de violência doméstica

Salvador recebe mais um portal de combate à violência contra a mulher: a nova delegacia digital. Mulheres em situação de violência doméstica e familiar poderão solicitar medidas protetivas e registrar crimes, a partir desta quinta-feira (20), registrando-se no site www.delegaciadigital.ssp.ba.gov.br.

A iniciativa foi fruto de um projeto de Olívia Santana, pré-candidata à Prefeitura de Salvador pelo PCdoB, num trabalho conjunto com a Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres, liderada por Julieta Palmeira. Ao saber da novidade, a vereadora Aladilce Souza (PCdoB) manifestou-se parabenizando. “Essa é uma grande conquista das mulheres e da sociedade, um grande avanço para todas nós, que sofremos as agruras do machismo cotidianamente”, pontuou a vereadora.

“Olívia Santana e Julieta Palmeira vêm desempenhando papéis fundamentais e trazendo ganhos para essa batalha secular que é a violência contra a mulher”, elogiou a edil, que traz o respeito à mulher e a luta contra o machismo como bandeiras de luta. Aladilce é autora do Projeto de Lei nº 47/2019 que pune indivíduos que assediem ou exponham mulheres em ambientes públicos, o qual segue aguardando sanção do prefeito.

Em maio de 2020, os casos de feminicídio na Bahia cresceram 150% em relação ao mesmo mês em 2019, dado que reafirma a importância da plataforma. Na nova delegacia digital, as mulheres podem registrar todos os tipos de violência, com exceção da lesão corporal grave e da lesão corporal seguida de morte. Com a ampliação da plataforma da Secretaria da Segurança Pública também, poderão ser registrados casos de violência contra a criança e o adolescente, contra o idoso, de estelionato, intolerância religiosa, ataque via redes sociais, racismo, homofobia, roubo, ameaça, furto entre outros delitos.

 

 

 

Siga o nosso portal WWW.CENTRALDASNOTICIAS.COM.BR nas redes sociais de: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
CENTRAL DAS NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Ireuda Silva lança pré-candidatura à reeleição e relembra conquistas marcantes do seu primeiro mandato


Um sentimento de dever cumprido, agradecimento e um olhar para o futuro marcaram o lançamento da pré-candidatura à reeleição da vereadora Ireuda Sila (Republicanos), na tarde deste sábado (15). Por conta da pandemia, o evento ocorreu em forma de live nas redes sociais, a partir das 16h.

A republicana, que é presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, vice-presidente da Comissão de Reparação e presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Saúde, está há muitos anos na luta contra o racismo e em prol dos direitos das mulheres. Seu primeiro mandato tem sido marcado por uma defesa intransigente dessas bandeiras e por um olhar cuidadoso sobre as diversas questões sociais que caracterizam a capital baiana.

O mandato da vereadora Ireuda Silva também tem sido marcado por diversas conquistas e ações em prol da parcela mais vulnerável da população soteropolitana. Entre os temas abordados na transmissão, que alcançou centenas de compartilhamentos e mais de 1.100 comentários, estiveram alguns projetos importantes da republicana criados ao longo do mandato, como a proposta de implementar a Guardiã Maria da Penha na Guarda Municipal e a campanha carnavalesca “Meu corpo não é sua fantasia”, que visa alertar e informar sobre a importância do combate ao assédio sexual e à violência contra a mulher.

“Informação é poder, e a maioria das mulheres dentro da comunidade não tem informação nenhuma de como se separar do agressor, porque o que o Estado e o município oferecem é muito pouco no que nós temos de problema. Que tamanho é a frota de viaturas da Ronda Maria da Penha? Quantos processos há em pilhas?”, questionou Ireuda.

Dados divulgados em agosto mostram que a violência doméstica aumentou 44,9% nos últimos meses de pandemia. Em relação aos feminicídios, a pesquisa também mostrou correlação entre o número de vítimas e o grau de escolaridade. 70,7% das vítimas cursaram até o ensino fundamental e 7,3% têm ensino superior. “Isso mostra que todas as medidas que visam o empoderamento feminino refletem em uma série de outros aspectos, como sua vulnerabilidade à violência. Além da falta de informação, muitas das vítimas temem abandonar o companheiro agressor por existir uma dependência material. A violência patrimonial não pode ser ignorada”, acrescentou.

Nesse sentido, Ireuda também ressaltou a importância do recém criado SIMM Mulher, viabilizado após seu projeto de indicação, e que tem o objetivo de intermediar a mão de obra feminina e capacitá-la para o mercado de trabalho. O serviço será ferramenta importante para o empoderamento, ajudando a reduzir as desigualdades e, consequentemente, os casos de violência.

As desigualdades também passam pela questão racial, considerando que Salvador é a cidade mais negra fora da África. A vulnerabilidade das mulheres negras ao desemprego é 50% maior. Estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostra que a cada 1 ponto percentual a mais na taxa de desemprego, as mulheres negras sofrem, em média, aumento de 1,5 ponto percentual. Por outro lado, elas têm mostrado um grande potencial para contornar as dificuldades: na última década, o volume de mulheres à frente dos pequenos negócios cresceu 18%, enquanto que o dos homens teve um aumento de apenas 8%, de acordo com pesquisa realizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Outra conquista da vereadora foi a remoção dos moradores da invasão Paz e Vida para moradias do Minha Casa, Minha Vida. A comunidade foi fundada em 2013, com os moradores vivendo em situação desumana, em barracos de madeira, sem saneamento. A comunidade já protagonizou cenas de violência, com a morte de duas crianças vítimas de bala perdida. “Sou vereadora eleita para legislar por toda a cidade. Desde o início do meu mandato, venho desenvolvendo um trabalho focado na melhoria da vida da população menos favorecida”, disse Ireuda.

Siga o nosso portal WWW.CENTRALDASNOTICIAS.COM.BR nas redes sociais de: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
CENTRAL DAS NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Ireuda Silva e Bruno Reis lançam SIMM Mulher para aumentar inserção feminina no mercado de trabalho


A vereadora Ireuda Silva (Republicanos) e o vice-prefeito Bruno Reis estiveram na sede do SIMM (Comércio), na manhã desta quarta-feira (12), para o lançamento do SIMM Mulher, o Serviço Municipal de Intermediação de Mão de Obra da Mulher Soteropolitana. O objetivo projeto, idealizado pela republicana, é aumentar a inserção das mulheres no mercado de trabalho e movimentar a economia da capital baiana, cidade marcada por alto índice de desemprego e inúmeras desigualdades. O serviço também concederá cursos de capacitação a distância com professores qualificados.

O projeto é fruto de indicação de Ireuda, aprovada pela Câmara Municipal e acolhida pelo prefeito ACM Neto e pelo vice-prefeito Bruno Reis. “Fico muito feliz que o prefeito ACM Neto e o vice-prefeito Bruno Reis tenham se sensibilizado quanto à importância de um projeto como esse. Mostra que a prefeitura de Salvador está preocupada com essa realidade desfavorável das mulheres de nossa cidade. Buscar diariamente políticas que diminuam a desigualdade é um desafio e um dever de todos que ocupamos funções representativas. Penso que esse projeto também pode beneficiar especialmente as mulheres negras, que são maioria em nossa cidade e, além de sofrerem com o machismo, são também vítimas do racismo”, diz a republicana, que é presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher.

Ainda de acordo com Ireuda, a situação de vulnerabilidade da mulher foi agravada pela pandemia do novo coronavírus.  Vítimas do machismo, são muitas vezes preteridas em seleções e ganham menos que os homens, mesmo quando possuem qualificação igual ou superior.

No evento, com presença restrita de assessores e jornalistas, Bruno Reis elogiou Ireuda pela iniciativa. “Ireuda tem diversas bandeiras, iniciativas, em defesa da mulher. Sabemos que Salvador ainda é muito pobre, e só vamos mudar essa realidade com geração de emprego e renda. Tudo isso insere a mulher nesse contexto, com um olhar especial para a mulher. Esse será o foco do nosso trabalho. Queria parabenizar a vereadora Ireuda pela ideia, que é uma entusiasta desse trabalho. Diversas campanhas, diversas batalhas em defesa da mulher”, disse o vice-prefeito.

Dados do ano passado mostram que o desemprego entre mulheres é o maior em 15 anos na Região Metropolitana de Salvador. De 2017 para 2018, 32 mil mulheres ficaram desempregadas, um aumento de 13%.

Como se não bastasse, a vulnerabilidade das mulheres negras ao desemprego é 50% maior. Estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostra que a cada 1 ponto percentual a mais na taxa de desemprego, as mulheres negras sofrem, em média, aumento de 1,5 ponto percentual. Por outro lado, elas têm mostrado um grande potencial para contornar as dificuldades: na última década, o volume de mulheres à frente dos pequenos negócios cresceu 18%, enquanto que o dos homens teve um aumento de apenas 8%, de acordo com pesquisa realizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

 

 

 

Siga o nosso portal WWW.CENTRALDASNOTICIAS.COM.BR nas redes sociais de: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Facebook: maryluzia.dinda
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Contato: (71) 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Diretor Adm – Márcio Gomes
Contato : 75 9.9995-9194
CENTRAL DAS NOTÍCIAS – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.