Primeira publicação internacional da Editora Diálogos Insubmissos ganha destaque na Flica


Em espanhol, livro que aborda histórias de luta e organização política das mulheres negras será lançado nesta sexta-feira (27)

O trabalho realizado por mulheres negras na busca por mais igualdade social ganha destaque no livro “30 años tecendo a Red de Mujeres Afrolatinaamericanas, Afrocaribenhas y de la Diáspora”, que será lançado na Festa Literária Internacional de Cachoeira (FLICA) nesta sexta-feira (27), às 16h, no espaço Casa Pretahub, em Cachoeira. É a primeira publicação internacional da Editora Diálogos Insubmissos, em parceria com a Fundação Rosa Luxemburgo e o Instituto Odara. O livro celebrará os 30 anos do Dia Internacional da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha, oficializado em 25 de julho de 1992 pela Organização das Nações Unidas (ONU) durante Encontro de Mulheres Negras e Caribenhas, na República Dominicana.

Organizada pela Red de Mujeres Afrolatinaamericanas, Afrocaribenhas y de la Diáspora, a publicação contém textos escritos por ativistas históricas do movimento negro e do movimento de mulheres negras da América Latina e do Caribe, como Epsy Campbell, ex-vice-presidente da Costa Rica. O lançamento do livro acontecerá durante encontro que tratará sobre as histórias de luta e organização política das mulheres negras e terá a presença de Dayse Sacramento, editora responsável da Diálogos Insubmissos, de Christiane Gomes, coordenadora de projetos da Fundação Rosa Luxemburgo, e de Silene Arcanja, coordenadora de projetos do Instituto Odara. Ao final do lançamento, os participantes ainda poderão curtir ao som da DJ Belle no Baile Insubmisso.

Participando pela 5ª vez da FLICA, a Diálogos Insubmissos atua para valorizar e promover uma maior participação de mulheres negras em festivais literários. “Na FLICA, nós temos a Casa Insubmissa de Mulheres Negras como um espaço para aproximar o público presente da literatura feita por mulheres negras. É uma proposta que assegura a nossa produção junto com o nosso protagonismo reforçando o direito de existir enquanto sujeitos que pensam e constroem literatura” ressalta Dayse Sacramento, fundadora da Editora Diálogos Insubmissos.

Editora Diálogos Insubmissos

A Editora Diálogos Insubmissos foi criada com o propósito de promover e dar visibilidade à produção artística, intelectual, política e editorial de mulheres negras. Com foco em levar conhecimento para diferentes lugares do mundo, a editora descendente da plataforma literária Diálogos Insubmissos de Mulheres Negras (DIMN) já lançou oito livros e e-books desde novembro de 2021, ano de criação. Atualmente, possui uma equipe exclusivamente formada por mulheres negras.

Casa Insubmissa de Mulheres Negras

Para estimular a produção intelectual de mulheres negras, a Casa Insubmissa de Mulheres Negras é um espaço que realiza encontros visando o debate sobre obras de escritores, ativistas, pesquisadoras e artistas brasileiras. Desde 2017, esteve presente em importantes eventos, como: Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP); Festa Literária Internacional do Pelourinho (FLIPELÔ); e Festa Literária de Mucugê (Fligê), além da FLICA. Em 2023, a Casa Insubmissa estará pela 5ª vez consecutiva na FLICA e a entrada será gratuita para o público presente.

Mais informações:

Evento: Lançamento do livro “30 años tecendo a Red de Mujeres Afrolatinaamericanas, Afrocaribenhas y de la Diáspora”.

Data: 27/10/2023.

Horário: 16h.

Local: espaço Casa Pretabub, em Cachoeira.

 

 

Crédito das imagens:
Livro “30 años tecendo a Red de Mujeres Afrolatinaamericanas, Afrocaribenhas y de la Diáspora” – Foto: Ani Gonzaga Lorde
Casa Insubmissa de Mulheres Negras – Foto: Natane Santana